"Tenho consciência de ser autêntica e procuro superar todos os dias minha própria personalidade, despedaçando dentro de mim tudo que é velho e morto, pois lutar é a palavra vibrante que levanta os fracos e determina os fortes.
O importante é semear, produzir milhões de sorrisos de solidariedade e amizade. Procuro semear otimismo e plantar sementes de paz e justiça. Digo o que penso, com esperança. Penso no que faço, com fé. Faço o que devo fazer, com amor. Eu me esforço para ser cada dia melhor, pois bondade também se aprende!"

|Cora Coralina|


quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Eu sou assim,intensa,dramática,um tanto inconstante.Não pense que não te quero,quero sim,e como quero,só que que pra me entender é preciso mais que amor,é preciso ser malabarista,para equilibrar minhas diversidades, que são tão fortes,quanto uma tempestade no mar.
Claire Mabelle

6 comentários:

  1. Só falta ser libriana. Tbm sou assim intensa, dramática e inconstante, e ainda libriana, rs.
    Que tenhas alegrias com teu malabarista. =D

    besitos =***

    ResponderExcluir
  2. Hehe.Por incrível que pareça sou Leonina.Devo estar com defeito.
    Beijos,querida!

    ResponderExcluir
  3. É delicioso poder desafiar o mundo! Quanto mais alto está o sonho mais intenso deve ser o desejo de o alcançar!...


    Beijos!
    AL

    ResponderExcluir
  4. Verdade.E assim é.Ao menos comigo.
    Beijos.*-*

    ResponderExcluir
  5. Nossa adorei, você decifrou um sentimento muito comum em mim também rsrsrs ah essas meninas apaixonadas viu rsrsrs ! Ameeei linda ficou realmente perfeito beijos ! :♥

    ResponderExcluir
  6. Verdade,essas meninas apaixonadas.hehehe
    Obrigada,flor♥♥

    ResponderExcluir

Palavra chave:
-Verbalize,seu sentimento.
Solte o verbo.Exponha a palavra,que se tem na alma.
Volte,quando achar que deve voltar.
[Claire.]

Claire Mabelle.

Sentada em casa a tardinha,sinto o vento tocando nas folhas das árvores,ouço o canto dos pássaros,o barulho do mar,vejo borboletas felizes a voar.

Danni Carlos'

Eu moro num cenário

Do lado imaginário

Eu entro e saio sempre quando eu tô afim.