"Tenho consciência de ser autêntica e procuro superar todos os dias minha própria personalidade, despedaçando dentro de mim tudo que é velho e morto, pois lutar é a palavra vibrante que levanta os fracos e determina os fortes.
O importante é semear, produzir milhões de sorrisos de solidariedade e amizade. Procuro semear otimismo e plantar sementes de paz e justiça. Digo o que penso, com esperança. Penso no que faço, com fé. Faço o que devo fazer, com amor. Eu me esforço para ser cada dia melhor, pois bondade também se aprende!"

|Cora Coralina|


sexta-feira, 24 de setembro de 2010

-Uma estranha um pouco confusa-

 Me acho tão confusa,estranha como tudo que acontece na minha vida.
As vezes,sinto vontade de gritar e de me derramar em lágrimas,queria que o chão se abrisse e me engolisse de uma só vez e tudo isso ao mesmo tempo,num e´estranho e confuso?!
Me sinto presa e sufocada nesse mundo de rotinas e isso me deixa ainda mais confusa,detesto rotina e minha vida é só isso,que saco!!
Tenho alma de cigana preciso mudar e me reinventar a cada dia,tenho espírito livre,ao menos alguém aqui é livre,parece até que em uma cela de cadeia,estranho e confuso mas uma vez,rsrs.
Me sinto completamente perdida como uma bailarina sem sua sapatilha de ponta,mas vou seguindo meu caminho,vivendo esta rotina que me corrói como ácido que usurpa e suga todas as minhas forças e me entorpece a cada momento.
Estranha e confusa lá vou eu enfrentar mas um dia CHATO e sem GRAÇA.
Claire Mabelle.

2 comentários:

  1. Planta teu jardim e dele irás colher lindas e belas flõres.
    E a tua confusão!
    irá abrir o teu coração

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Que lindoo*-*
    Brigada pelo carinho.

    ResponderExcluir

Palavra chave:
-Verbalize,seu sentimento.
Solte o verbo.Exponha a palavra,que se tem na alma.
Volte,quando achar que deve voltar.
[Claire.]

Claire Mabelle.

Sentada em casa a tardinha,sinto o vento tocando nas folhas das árvores,ouço o canto dos pássaros,o barulho do mar,vejo borboletas felizes a voar.

Danni Carlos'

Eu moro num cenário

Do lado imaginário

Eu entro e saio sempre quando eu tô afim.