"Tenho consciência de ser autêntica e procuro superar todos os dias minha própria personalidade, despedaçando dentro de mim tudo que é velho e morto, pois lutar é a palavra vibrante que levanta os fracos e determina os fortes.
O importante é semear, produzir milhões de sorrisos de solidariedade e amizade. Procuro semear otimismo e plantar sementes de paz e justiça. Digo o que penso, com esperança. Penso no que faço, com fé. Faço o que devo fazer, com amor. Eu me esforço para ser cada dia melhor, pois bondade também se aprende!"

|Cora Coralina|


quinta-feira, 28 de julho de 2011

É chegada a hora do Parabéns!

Dia 21 de Julho de 2010,dia em que publiquei meu primeiro post.Era só eu e meu mundo,ainda não haviam habitantes nem turistas.As pessoas olhavam e iam.A partir desse dia,me encontrei.Encontrei meu cantinho no mundo.Me expus.Me joguei.Andei de olhos vendados.
Aqui,despejei meus sentimentos.
Aqui,falo tudo o que quero,sem julgamentos.Porque aqui,por algum motivo,há pessoas como eu.Pessoas com  o mesmo objetivo.De vomitar,tudo o que não desce pela garganta.
O blog me fez crescer.Me deu uma nova ideia do mundo.As pessoas adoráveis que caminham por aqui,me ajudaram.Me deram forças mesmo sem saber.Aqui,me recuperei.Me renovei.Quantas vezes,já escrevi chorando?.Quantas,sorrindo e pensando que talvez,o que eu escrevi,pudesse ajudar alguém de alguma forma?-Muitas.E aconteceu.Sei de gente,que já se emocionou lendo meus textos,e isso me deixa contente.
Aqui,me sinto bem.Me sinto livre.Aqui tenho asas e posso voar.
Hoje,gostaria de agradecer pelo carinho de todos,que vivem e caminham por esse meu mundo.
Obrigada por fazerem parte do Meu mundo e nada mais.


É chegada a hora do parabéns.
Cantemos por um mundo melhor e sem hipocrisias.Cantemos pelas crianças na rua e as que morrem de fome na África.Cantemos,pra Papai do céu,nos proteger e olhar pelas pessoas que moram na rua.Cantemos pelos cachorrinhos desabrigados.Cantemos,não pelo fim da violência,mas pelo inicio da paz.Cantemos,hoje,amanha e sempre.Parabéns pra mim,pra você,pra nós.Parabéns porque somos únicos.Porque temos coragem de dizer o que pensamos e sentimos.Parabéns por sermos seres bons.Parabéns porque sem saber,ajudamos uns aos outros.Nos damos coragem,nos abraçamos sem nos conhecer.
Parabéns!

Agora,fecho os olhos,assopro a vela e faço um desejo.

Desejo,muito amor,muita paz.E desejo,esperança.Fé.Humildade.Desejo,um futuro feliz,mesmo que não seja, o que planejei,mas que seja feliz.Desejo,pessoas melhores.Desejo,coisas boas.Desejo,muitas cócegas na barriga de um bebe,que é pra ele soltar varias bolhas de felicidade.
Que encontremos um poço bem fundo,cheio de sonhos.Que todo dia tomemos um copo d'agua de bondade.Que mesmo sozinhos,tenhamos um lugar pra chorar.Que os desejos,se tornem reais.
Amém.
Jamais,deixemos de agradecer,a dor,a alegria,a vida.O amor.Agradeça,pois tudo é Divino.Tudo,é ensinamento.

|Claire|

''Pensava que escrevia por timidez, por não saber falar, pelas dificuldades de encarar a verdade enquanto ardia, arvorava, arfava. Há muitos que ainda acreditam que começaram a escrever pela covardia de abrir a boca. Nas cartas de amor, por exemplo, eu me declarava para quem gostava pelo papel, e não pela pele, ainda que o caderno seja pele de um figo. O figo, assim como a literatura, é descascado com as unhas, dispensando facas e canivetes. Não sei descascar laranjas e olhos com as unhas, e sim com os dentes. Com as mãos, sei descascar a boca do figo e o figo da boca, mais nada. Acreditei mesmo que escrever era uma fuga, pedra ignorada, silêncio espalhado, um subterfúgio, que não estava assumindo uma atitude e buscava me esconder, me retrair, me diminuir. Mas não. Escrever é queimar o papel de qualquer forma. Desde o princípio, foi a maior coragem, nunca uma desistência, nunca um recuo, e sim avanço e aceitação. Deixar de falar de si para falar como se fosse o outro. Deixar a solidão da voz para fazer letra acompanhada, emendada, uma dependendo da próxima garfada para alongar a respiração. Baixa-se o rosto para levantar o verbo. É necessário mais coragem para escrever do que falar, porque a escrita não depende só de ti. Nasce no momento em que será lida.''

|Fabrício Carpinejar|



9 comentários:

  1. Claire, parabéns pelo 1 ano do seu blog. Que venham muitos e muitos anos pela frente.

    Beijoo

    ResponderExcluir
  2. Aê, parabéns...\o/

    Realmente é muito bom quando se consegue ajudar alguém com bons sentimentos, palavras sinceras. Porque ajuda material eh o mais fácil de se conseguir, mas a ajuda espiritual é a mais difícil, pois tem que ter muita sensibilidade para enxergar qnd alguma alma perdida precisa de ajuda.

    E o blog é bom pra isso, pra levar palavras de apoio a quem precisa dessa ajuda. :)

    P.S: Nunca te encontro no msn, morreu?...huahauahuah

    Beijo*

    ResponderExcluir
  3. E no que depender de mim, como amante das palavras, essa data vai se eternizar e prolongar-se até o final das nossas vidas. Porque, palavras sábias, não são levadas pelo vento.

    E sabedoria, boom, essa você tem de sobra.

    Beijo linda Flor.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns, parabéns e parabéns!
    Teu blog é uma delícia, e isso pq tu és uma garota muito especial!

    O blog muda mesmo a gente. As vezes me pego pensando nisso e até me surpreendo em ver o quanto uma coisa que parecia tão simples tem acrescentado na minha vida. E minha maior alegria são as pessoas bacanas que conheci através dele, como tu e teu cantinho!
    Um beijo grande!

    ResponderExcluir
  5. Parabééns parabééns!
    Seu blog é maravilhoooso!
    Amo demais!
    Passando para te desejar um bom domingo!
    Beijos meus

    ResponderExcluir
  6. Deixa eu recuperar o fôlego, Claire.
    Menina, que combinação de escritos maravilhosa!
    Você passa verdade em suas palavras, sempre me tocam.
    Uma das minhas citações preferidas é sua, lado a lado com outras citações de autores como Paulo Leminski, a Clarice Lispector, a Lya Luft.
    Você é incrível, moça!

    Porque eu "sou um foco de luz na imensidão, sou um pedaço de algodão querendo ser doce."

    Que muitos outros anos venham, que venham cheio de palavras bonitas, porque sua escrita te salva e nos encanta.

    beeijo meu*

    ResponderExcluir
  7. Obrigada pelo carinho.Voces sao uma queridas.Obrigada pelos elogios.É uma honra ter cada uma de vcs aqui presente.
    Um grande beijo!

    ResponderExcluir

Palavra chave:
-Verbalize,seu sentimento.
Solte o verbo.Exponha a palavra,que se tem na alma.
Volte,quando achar que deve voltar.
[Claire.]

Claire Mabelle.

Sentada em casa a tardinha,sinto o vento tocando nas folhas das árvores,ouço o canto dos pássaros,o barulho do mar,vejo borboletas felizes a voar.

Danni Carlos'

Eu moro num cenário

Do lado imaginário

Eu entro e saio sempre quando eu tô afim.